Header Ads Widget

10 PIORES HÁBITOS PARA O SEU CÉREBRO (e o que fazer para evitar Alzheimer e Demência)

10 PIORES HÁBITOS PARA O SEU CÉREBRO (e o que fazer para ev

10 PIORES HÁBITOS PARA O SEU CÉREBRO (e o que fazer para evitar Alzheimer e Demência)



piores hábitos para o seu cérebro Olá!  Você já teve a sensação de que seu cérebro não  é tão afiado como costumava ser? Talvez você se   sinta frustrado por não lembrar de um nome ou não  conseguir fazer as contas de cabeça como antes. Se sim, isso pode ser culpa de  algum hábito que você está fazendo   que está prejudicando seu cérebro. E esse é o assunto do vídeo de hoje   quais os piores hábitos para  seu cérebro— e como melhorar. Felizmente a piora

cognitiva e risco  de demência são influenciadas por   "fatores de risco modificáveis"— não  apenas pela sua genética ou idade. Por isso há motivos para se sentir otimista porque  existem coisas que você pode fazer - hábitos de   vida que você pode adotar - para manter a  agilidade mental e se proteger da demência. Mas antes, já vai curtindo o vídeo,  se inscreva no canal para não perder   as nossas dicas de saúde, e ative o  sininho para receber as notificaç ões E

também é muito importante você difundir  esse conhecimento com seus amigos e familiares. Porque quando o assunto é a sua saúde,   a nossa saúde vale a pena  compartilhar! Então compartilhe aí! E me conta você está com problema de  memóri? Ou conhece alguém que está? De   que parte do Brasil você é? Escreva aí embaixo! Vamos lá Quais os piores hábitos  que fazem mal para o seu cérebro? ° hábito- Ouvir música alta — ou  qualquer coisa qu e prejudique sua

audição A perda auditiva está ligada  a problemas cerebrais,   incluindo atrofia cerebral e  um aumento no risco Alzheimer. Por isso é muito importante você  se proteger contra a perda auditiva   evitando aumentar o volume do seu  som em mais de % do volume máximo. Ouvir qualquer coisa em um volume  alto demais que pode causar danos   permanentes à sua audição em apenas minutos. Um estudo recente publicado em julho de   descobriu que as pessoas que têm

dificuldade   de audição eram mais propensas a desenvolver  demência do que aquelas com audição normal. Em outro estudo, uma equipe da Johns Hopkins  analisou a perda cognitivo em quase . idosos.   E concluíram que aqueles com perda auditiva  tiveram um declínio mais rápido do que a média. Os voluntários eram todos cognitivamente normais  quando a pesquisa começou. Mas, no final do   estudo, as pessoas com perda auditiv a tinham  por cento mais probabilidade de ter

demência   comparados com pessoas com audição normal. Por isso, proteja seus ouvidos para proteger   seu cérebro. E se você tem  perda auditiva, use aparelho! ° Hábito- Traumas na Cabeça Lesão na cabeça é a terceira causa   mais comum de demência, após infecção e alcoolismo, em pessoas com menos de    anos. Idosos que tiveram traumatismo craniano  têm mais probabilidade de terem demência. Mas como isso p ode ser um hábito? Em esportes de contato, como

futebol   (cabecear a bola, bater a cabeça sem querer),  assim como no basquete, beisebol), boxe,   futebol americano, hockey, todos podem ocasionar  uma lesão cerebral traumática— a encefalopatia   traumática crônica, que aumenta o risco de problemas cognitivos, transtornos de humor,   dor de cabeça crônica, problemas na fala e comportamento agressivo.  Não é só esporte— se você sofreu um acidente  de trânsito também pode ocasionar isso.  Um estudo demonstrou que

idosos com história  de trauma craniano moderado tiveram , vezes  maior risco de desenvolver Alzheimer  do que idosos sem histórico de  traumatismo cranioencefálico e aqueles  com histórico de traumatismo grave  tiveram um risco , vezes maior.  E um outro estudo de , publicado na revista   Neurology descobriu que um história  de lesão cerebral traumática pode  acelerar a idad e de início do  déficit cognitiva em dois ou mais  anos.  Por isso, proteja sua

cabeça! ° hábito- Não dormir o suficiente Insônia, o sono ruim e dormir pouco   de forma proposital tem associação com demência. Aqueles que não dormem pelo menos horas por  noite são mais propensos a ter Alzheimer, déficit   de atenção, depressão e sonolência excessiva,  com maior risco de acidentes de trânsito. E indo além, mudanças nos padrões de sono são  comuns em pess oas com doença de Alzheimer e  outras demências.  Eles podem acordar com   frequência

durante a noite e achar difícil voltar a dormir. Essa piora no sono pode ser   resultado das alterações causadas pela  doença que afetam o ciclo sono-vigília. Estudos têm sugerido que os padrões de sono  no início da vida podem contribuir para risco   de demência. Tanto sono insuficiente  quanto sono mais longo do que a média  foi associada a uma maior  probabilidade de desenvolver demência. E olha, uma coisa importante— o nível de  ruído durante a noite (se você mora em

uma   rua movimentada, que passa muito ônibus trânsito  pesado), pode estar afetando o seu cérebro. O novo estudo dinamarquês com quase   milhões de adultos, com anos ou mais,   viu que o ruído noturno do tráfego  rodoviário ou ferroviário foi associado   a um maior risco de todas as formas  de demência, principalmente Alzheimer. Então o sono é fund amental. Não  durma menos de horas nem mais   de horas por dia. Evite barulhos ou  luz à noite. Seu cérebro vai

agradecer. ° Hábito- Isolamento social Todos nós precisamos de   contato humano para sobreviver e prosperar.  A falta de interações saudáveis tem sido ligada ao   declínio cognitivo e a um aumento de cerca de % risco de demência. O isolamento social tanto real quanto  percebido (aquele que o velhinho   está presente mas ninguém está nem a í) aumenta % o risco de doenças cardíacas   % o risco de AVC, além de depressão,  ansiedade, suicídio e morte

precoce. Pessoas que têm amigos, mesmo poucos  amigos íntimos, são menos propensas a  desenvolver a doença de Alzheimer e   ter um declínio cognitivo, além de  serem mais felizes e viverem mais. Então não se isole. Conheça pessoas novas,   utilize dos seus músculos sociais  e encontre outras pessoas.  ° hábito- Comer muito açúcar,  comer demais, comer errado Comer em excesso e consumir muitas  calorias está associado a um aumento  risco de declínio

cognitivo e demência.  Por quê? Comer demais leva ao ganho de peso  e obesidade que contribuem para o diabetes,   doenças cardíacas e hipertensão. E tudo isso aumenta o risco de doenças cerebrais  como derrames, demência vascular e Alzheimer E por que comer açúcar piora o cérebro? Você já  deve ter ouvido que o intestino é nosso segundo   cérebro. O excesso de açúcar altera os níveis de bactérias boas no intestino. Isso até em ratinhos.  Se você der uma rica em a

sacarose (o açúcar de cana)   eles têm dificuldade com a memória  espacial e flexibilidade cognitiva. Bactérias ruins como  Clostridium, estão associados com  diminuição da flexibilidade cognitiva. O que fazer? No vídeo sobre   Alzheimer eu falei sobre a dieta Mind (que  é a conjunção da dieta mediterrânea e DASH).  E nesse vídeo eu vou especificar melhor. Os flavonoides de frutas como mirtilos,   morangos e amoras, frutas vermelhas em geral,  parecem reduzir o

declínio cognitivo nas mulheres   em até dois anos e meio, de acordo com um  estudo publicado nos  Annals of Neurology. Então coma frutas vermelhas. Da mesma forma, há uma ligação entre comer   vegetais com folhas verdes - (couve, espinafre  e repolho) - e menor inflamação e estresse   oxidativo, do is fatores que estão associados com doença de Alzheimer. Castanhas de caju, do pará, nozes,  amêndoas, pistache) também são importantes.  Feijão— feijão preto, feijão 

branco, feijão vermelho  Grãos integrais- arroz integral, aveia,   macarrão integral, pão integral Peixes, aves e azeite de oliva E o que devemos evitar Frituras, manteiga e margarina,   queijos gordurosos, doces, sal, fast-food, carne  vermelha, Tudo que a gente sabe que faz mal Co ma direito! Faça da comida o seu  remédio e evite coisas industrializadas,   coisas que sua bisavó não reconheceria ° hábito- Ser Sedentário   A inatividade física está

associada a  um maior risco de demência.  E claro,   sedentarismo também aumenta o risco de pressão alta,  diabetes e doenças   cardíacas , e como acabei  de falar, está tudo ligado. minutos de atividades físicas moderadas por  semana fazem toda a diferença. E isso é o mínimo.   Mas se você está totalmente sedentário, não  precisa se sobrecarregar, não precisa atingir   a meta. Comece devagar. Cuide do seu jardim ou caminhar por pelo menos minutos vezes

por   semana— isso já é o suficiente para reduzir o risco de demência e outras doenças crônicas.  E por que é importante se movimentar?  A atividade física afeta positivamente a saúde   do seu sangue, reduzindo glicose, colesterol,  triglicerídeos, a saúde dos seus vas os sanguíneos,   incluindo aqueles em seu cérebro.  Também melhora a neuroplasticidade, a   capacidade do cérebro de formar novas conexões em  resposta a aprender algo novo, reduz do

estresse,   aumenta bem-estar atém de fornecer mais  de oxigênio aos músculos e ao cérebro. E, principalmente, liberação BDNF — que  é uma neurotrofina — uma “vitamina para   neurônios” que pode iniciar a formação de novos  neurônios. Além de promover o cre scimento de novos   vasos sanguíneos no cérebro. Uma grande metanálise mostrou que o  exercício físico regular pode reduzir o  risco de desenvolver demência  em cerca de por cento.  Então se mexa! °

hábito que faz mal ama o seu  cérebro - Fuma (e também beber)  Os fumantes têm um risco aumentado de  demência, incluindo Alzheimer. Fumar   atrofia o cérebro, encolhe seu cérebro  e causa perda de memória. Danifica  vasos sanguíneos e aumenta seu risco de doenças  cardíacas, incluindo infarto, pressão alta e AVC. A Comissão de prevenção da demência  classificou o tabagismo como o terceiro  entre nove fatores de risco modificáveis  para demência ,sendo que comparado

com   quem nunca fumou, os fumantes tinham % mais chance de desenvolver Alzheimer. E o álcool O álcool tem   um efeito direto nas células cerebrais. A  demência alcoólica é semelhante em alguns   aspectos à doença de Alzh eimer, pois afeta a memória e a capacidade   cognitiva. Destrói suas células. E Alcoólatras também podem ter   problemas de nutrição como carência de vitamina  B— podendo ter a Síndrome de Wernicke-Korsakoff.  A deficiência de

tiamina é comum entre alcoólatras  crônicos, e as células nervosas requerem tiamina   para funcionar corretamente. Uma falta crônica de a vitamina B pode danificá-los permanentemente. Por isso corte o cigarro e o álcool. ° hábito Não ver a luz solar suficientemente A baixa luz solar tem sido associada  a um mal funcionamento deficiente do   cérebro assim como aumento do risco de depressão.  A exposição solar adequada também  é necessária para você

manter   níveis adequados de  vitamina D.  A exposição ao sol altera os   níveis da serotonina e também do  hormônio do sono, a melatonina. Uma pesquisa chinesa, recém publicada,   demonstrou que, dep ois de ajustar  para possíveis fatores de confusão,  participantes com alta exposição ao sol eram mais  propensos a ter maior pontuação no mini mental   test do que aqueles com baixa exposição ao sol—  ou seja, eles estavam com a cognição mais afiada. °

hábito Ficar desidratado Desidratação afeta seu cérebro   e contribui para a disfunção cognitiva. Pessoas  que estão desidratados têm  dificuldades com funções executivas. A desidratação também afeta negativamente a capacidade de prestar   atenção e coordenação motora. Se você sentir sede, já está   desidratado e sua urina deve ter uma cor  amarelo clara. Se estiver mais escuro,   você provavelmente está desidratado.  Então, se hidrate! E ° hábito que

faz mal para  o seu cérebro Comer muito sal A hipertensão, especialmente durante a meia-idade,   está associada a um maior risco de déficits cognitivos e derrame.  O valor sistólico , (que é o máximo)  parece ser mais importante para  o risco de demência do que o número  diastólico — claro, os dois lesam vasos.  Um estudo publicado na  revista   Nature em , evidenciou que uma  dieta rica em sal reduz os níveis de óxido  nítrico, que por sua vez aumenta o

tau— uma  proteína dentro do neurônio  que tem a ver com Alzheimer. Um outro estudo, de , também da Nature,  mostrou que quando deram uma dieta rica em   sódio para o s ratinhos, eles desenvolveram demência e eram incapazes de construir um ninho. Os cientistas descobriram que o  excesso de sal promoveu a liberação da  interleucina- no intestino delgado, que  inibe a síntese de óxido nítrico cerebral,   que aumenta o tau livre, causando problemas  dentro

do neurônio, porque se o tau se acumula   e interfere no funcionamento neural. Então, coma menos sal. Coisas importantes Então vamos recordar   os melh ores hábitos para o seu cérebro ° hábito- cuide bem da sua audição — evite   som alto, e se você estiver  perdendo a audição, use aparelho. ° hábito- proteja sua cabeça. Evite cabecear uma   bola, evite boxe, esporte de  contato, mesmo com capacete. ° hábito- durma - horas por dia, evite 

ruídos à noite, evite luz, durma bem ° hábito- tenha interações saudáveis  com outras pessoas. Faça amizades,   sorria, abrace, toque! Isso é tão impor tante! ° hábito- coma mais frutas (especialmente  frutas vermelhas), e verduras, azeite de oliva   e menos açúcar, gordura saturada e produtos  industrializadas. Coma comida de verdade! ° hábito- faça exercícios físicos. Se mexa!   Pelo menos minutos por semana.  Seu cérebro (e corpo) agradecem! °

hábito- Evite o fumo e o álcool ° hábito- Veja a luz solar. Saia de casa,  dê uma volta na praça. O sol é tão importante ° hábito- Se hidr ate. Pelo menos  dois litros de líquidos por dia ° hábito- Reduza o sal e tenha  a pressão arterial sob controle. Eu tenho certeza que se você seguir esses   hábitos, você vai ter uma vida mais saudável,   vai ter mais prazer em viver e  vai ter um cérebro mais afiado. Gostou do vídeo?  Lembre de compartilhar

para que mais  pessoas tenham esse conhecimento. E qual vai ser o próximo vídeo que vai assistir? Vou deixar recomendações aqu

10 PIORES HÁBITOS PARA O SEU CÉREBRO (e o que fazer para evitar Alzheimer e Demência)

10 PIORES HÁBITOS PARA O SEU CÉREBRO (e o que fazer para melhorar) 0:00- 10 piores hábitos para o seu cérebro 1:15- 10 piores hábitos para seu cérebro 1:27- 10° hábito que faz mal para o seu cérebro- Ouvir música alta 2:39- 9° Hábito que prejudica sua saúde cerebral- Traumas na Cabeça 4:02- 8° hábito que faz mal para o seu cérebro- Não dormir o suficiente 5:29- 7° Hábito que prejudica sua saúde cerebral- Isolamento social 6:18- 6° hábito que faz mal para o seu cérebro- Comer muito açúcar, comer demais, comer errado 7:15- Dieta MIND (a melhor dieta para a saúde cerebral) 8:22- 5° Hábito que prejudica sua saúde cerebral- Ser Sedentário  9:50- 4° hábito que faz mal para o seu cérebro- Fumar (e também beber) 11:03- 3° Hábito que prejudica sua saúde cerebral- Não ver o sol suficientemente 11:47- 2° hábito que faz mal para o seu cérebro-Ficar desidratado 12:22- 1° Hábito que prejudica sua saúde cerebral- Comer muito sal 13:24- Coisas Importantes para melhorar sua memória e evitar Alzheimer e demência 13:33- 1° hábito para prevenir demência- cuide bem da sua audição 13:39- 2° hábito para evitar Alzheimer- proteja sua cabeça 13:45- 3° hábito para prevenir demência- durma 7-9 horas por dia 13:52- 4° hábito para evitar Alzheimer- tenha interações saudáveis com outras pessoas 13:59- 5° hábito para prevenir demência- Coma comida de verdade! 14:09- 6° hábito para evitar Alzheimer- faça exercícios físicos 14:18- 7° hábito para prevenir demência- Evite o fumo e o álcool 14:22- 8° hábito para evitar Alzheimer- Veja a luz solar 14:27- 9° hábito para prevenir demência- Hidrate-se 14:27- 10° hábito para evitar Alzheimer- Reduza o sal e tenha a pressão arterial sob controle 💕💕INSCREVA-SE: https://bit.ly/2IUdn43​​​ ✅ COMPARTILHE o vídeo no WHATSAPP e vamos ajudar mais pessoas! Quais são os melhores e os piores hábitos que podem manter sua mente saudável? Você está ciente dos hábitos que podem estar deteriorando sua capacidade cerebral? Seu cérebro é o órgão mais vital do corpo, mas também é muito vulnerável. O cérebro é muito adaptável e os hábitos corretos podem ajudá-lo a aproveitar ao máximo do seu potencial. Maus hábitos, no entanto, podem afetar seriamente sua saúde. Demência, Alzheimer, derrames são terríveis não só para a pessoa, mas também para toda a família. Mas você pode afetar o risco dessas doenças degenerativas através do seu estilo de vida e hábitos diários. E, às vezes, quebrar os maus é tudo que você precisa para manter sua mente afiada e evitar demência, doença de Alzheimer e outras formas de declínio cognitivo. Descubra o que você pode fazer para manter seu cérebro saudável com a idade e como o que você come pode afetar sua memória e saúde no geral. Nesse vídeo nós revelamos 10 hábitos ruins que estão tendo um impacto negativo na saúde do seu cérebro e também 10 hábitos saudáveis que podem ajudá-lo a mantê-lo afiado… Indivíduos que procuraram primeiros sintomas de demência também procuraram sintomas de Alzheimer #alzheimer #10pioreshabitoscérebro #cérebro ⚠️ AVISO LEGAL ❤️ Trata-se de um vídeo meramente educativo, objetivando instruir a população sobre diversos assuntos que envolvem a medicina e saúde em geral. ❤️ As informações contidas nos vídeos não têm o intuito de substituir a consulta médica ou servir como recomendação para qualquer plano de tratamento. Em caso de dúvidas procure o seu médico. ❤️ A Medicina é uma ciência em constante mudança, os vídeos são produzidos baseados nos Artigos Científicos mais recente até a data. 🔴 De acordo com Art. 8º da Resolução CFM 1974/11 de Publicidade do Código de Ética Médica, os vídeos têm somente caráter de prestar informações de fins estritamente educativos. 🔴 De acordo com Art. 9º da Resolução CFM 1974/11 de Publicidade do Código de Ética Médica § 1º “E ”, não são divulgados endereço e telefone de consultório, clínica ou serviço. 🎯https://cardiodf.com.br MOSTRAR MAIS

itar Alzheimer e Demência)

Postar um comentário

0 Comentários