Header Ads Widget

Campo sintético do Riacho Fundo reformado

Cinquenta alunos do RenovaDF, um dos maiores programas de inclusão social e qualificação profissional do Brasil, gerido pelo Governo do Distrito Federal (GDF), trabalham na reforma do campo de grama sintética na QS 6/8, no Riacho Fundo. O espaço, que estava com buracos, ferrugem nos gradis e em mau estado de conservação, já tem pintura nova nas traves, alambrado, arquibancadas e piso recuperados. Nos próximos dias, ganha um novo assoalho sintético.

Foram gastos cerca de 260 litros de tinta para a pintura de traves, alambrado, arquibancadas e piso | Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Os alunos do 5º ciclo de formação do RenovaDF se dividiram em dois turnos – 29 pela manhã e 21 à tarde. Foram gastos cerca de 260 litros de tintas verde, cinza, amarela, azul e branca. Toda a formação é feita em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

“Temos pessoas sem trabalho, em busca de qualificação, que passaram por treinamento e recebiam um salário mínimo por cada um dos três meses de formação”, explica o instrutor do Senai Mário Luiz Campos.

No RenovaDF, Ernan Eustórgio se aperfeiçoou em pintura e serralheria: “Sinto-me mais capacitado”

Criado na gestão do governador Ibaneis Rocha – e administrado pela Secretaria de Trabalho -, o Renova-DF já soma cerca de 2,7 mil profissionais formados e aptos à função de auxiliares de manutenção de obras básicas, como pintura e pequenas reestruturações. Mais de 50% deles são mulheres.

Thaís Martins, 30 anos, estava desempregada quando se inscreveu no programa. Por meio da formação, aprendeu a lixar, pintar e até capinar. Também tapou buracos com a massa e diz se sentir animada com os aprendizados. “Ter trabalhado e recebido essa ajuda de custo nos três meses do curso fez muita diferença na minha vida, principalmente financeira. Abre agora uma frente de trabalho. Foi maravilhoso”, garante.

A qualificação de mão de obra para atender a oferta de trabalho no DF, principalmente em funções ligadas à construção civil, é uma prioridade do governo na geração de emprego e renda. Este ano, duas empresas do ramo da construção civil abriram 580 vagas para contratação de profissionais formados pelo programa. O processo de seleção foi feito pela agência do trabalhador.

Foi lá, inclusive, que o morador Ernan Eustórgio, 47 anos, ficou sabendo do RenovaDF e se inscreveu. Morador do Recanto das Emas, ele sustenta a família, mulher e seis filhos. Ao passar por três meses de aula teórica e agora prática, Ernan diz que aperfeiçoou seus trabalhos de pintura e serralheria. “Sinto-me mais capacitado depois e confiante de que o que aprendi aqui irá abrir mais portas para mim”, conclui.

Campo sintético do Riacho Fundo reformado

Postar um comentário

0 Comentários